Esse blog foi criado para divulgar o trabalho do Canto Cidadão, Organização Não Governamental (ONG), da qual a Drª Risadinha Risolina é voluntária. Nesta página você lerá textos que expressam as experiências que tenho vivido.



segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Ô, ô, ô, ô, Aurora



* O relato a seguir é baseado em fatos reais, porém, os nomes das personagens são fictícios com o objetivo de preservar sua identidade.
O clima de Carnaval contagiou a todos no hospital. Pacientes, acompanhantes e funcionários cantaram de Mamãe eu quero até me Ei você aí, me dá um dinheiro aí. Com certeza essa noite foi um prato cheio de cultura e animação. Afinal, nossos queridos são demais.
João e Félix adoraram a ideia e cantaram com muita empolgação as marchinhas. A filha de dona Carmem, do quarto em frente, Fernanda, não deixou por menos e também se esbaldou com a gente. Não podíamos pular nem sambar como na avenida, mas dedinhos para cima não faltaram nessa festa.
Seu Ary, 88 anos, é mais lúcido que muito rapazote. No início não estava afim de conversa, mas logo se rendeu a nossa insistência em partilhar o momento carnavalesco e caiu na folia. E aproveitou para nos atualizar sobre marchinhas para lá de animadas, mas com toda certeza que foram lançadas em algum lugar do passado. O interessante é que seu Ary quis tirar uma com a cara da Drª Risadinha e ela não perdeu a oportunidade.

Seu Ary – Essa você não deve conhecer.
Drª Risadinha – Canta um pedacinho...
Seu Ary – Se você fosse sincera, Ô, ô, ô, ô, Aurora
Drª Risadinha - Veja só que bom que era, Ô, ô, ô, ô, Aurora
Seu Ary – Ah, você conhece!(ele ficou surpreso e resolveu me acompanhar (rs))

Aurora
Roberto Roberti e Mário Lago (1941)

Se você fosse sincera,
Ô, ô, ô, ô,
Aurora,
Veja só que bom que era,
Ô, ô, ô, ô,
Aurora
Um lindo apartamento,
Com porteiro e elevador,
E ar refrigerado,
Para os dias de calor,
Madame antes do nome,
Você teria agora,
Ô, ô, ô, ô,
Aurora

2 comentários:

Taty disse...

Você sempre se superando...parabéns...que Deus continue sempre te iluminando para que vc faça mtas outras pessoas felizes

Rogério disse...

Parabéns pelo trabalho. Resgatar a felicidade das pessoas não é uma tarefa fácil como parece, exige dedicação, respeito e carinho pelo próximo.
Parabéns!!!!